Quiron Digital é selecionada para a missão Santiago do programa Startout Brasil

Com a ambição de ampliar o contato com países da comunidade hispânica na América do Sul, também incrementando o networking com possíveis investidores, a Quiron.Digital foi uma das selecionadas para participar do StartOut Brasil – Missão Santiago (Chile).  A iniciativa tem por objetivo promover a inserção de negócios inovadores brasileiros nos mais promissores ecossistemas de inovação do mundo, por meio de ações de capacitação, mentoria e conexão (on-line e presencial) com parceiros de negócios e atores de destaque dos ecossistemas de inovação internacionais. A listagem final pode ser conferida neste link.

Esta é a segunda vez que a Quiron participa do StartOut Brasil. A primeira foi em julho do ano passado, quando a empresa esteve no ciclo Lisboa 2021. Na visão da Quiron, especialista em predição de incêndios florestais, além de monitoramento de pragas e doenças do setor florestal, estar conectado com outros países, abrindo a possibilidade de gerar novos negócios, é muito positivo, principalmente pelas oportunidades que surgiram a partir da iniciativa do ano passado. 

“O ano de 2021 foi um ano de apresentar a Quiron para o mercado, ampliando as nossas vendas, já que fechamos negócio para três dos cinco maiores players florestais do Brasil. Também conseguimos captar clientes em cinco países diferentes: Brasil, EUA, Portugal, Espanha e Marrocos. Receber essas oportunidades de capacitação, como do StartOut, nos possibilitou abrir negócio em outro país, como fizemos em novembro passado, em Portugal. Ter participado do programa de internacionalização foi muito estratégico para esse ótimo desempenho, já que agora buscamos vender no Chile também”, comenta Diogo Machado, um dos sócios da Quiron, responsável pela parte de mercado.  

Na visão internacional da empresa, que foca em expansão global, programas como o Startout Chile são muito bem assertivos, até mesmo por conta da característica de incêndios florestais que o país sul americano é afetado.  Além disso, o StartOut Santiago acaba por ser uma porta de entrada para entender o ecossistema e permitir a entrada um início de uma forma mais suave, numa espécie de ‘softlanding’, da mesma forma que a Quiron fez na Rússia

“Nos aproximarmos de lugares para buscar entendermos melhor. É um pouso suave. Temos a característica de avançarmos nos países por três frentes. Uma é a modalidade de canais de venda com parceiros comerciais. Outra é através desses momentos, como StartOut Santiago, quando fizemos uma conexão direta com entidades e empresas. Também ocorre, eventualmente, a modalidade de prospecção direta de clientes alvos, nestes países, e na sequência do fechamento de contratos, buscamos expandir. Foi o caso de Portugal, EUA e Rússia, e esperamos também isso para o Chile. Isso para a gente é uma oportunidade de ouro, porque o Chile é um país com muita floresta, que sofre muito com incêndios florestais. Ter a oportunidade de fazer contato com pessoas locais, e até mesmo ir à Santiago, fazer visitas a possíveis clientes locais, é uma grande oportunidade”, destacou Diogo. O ecossistema de inovação chileno foi referenciado no blog do StartOut Brasil, destacando a abertura do ecossistema local para startups estrangeiras

Especialista em florestas e monitoramento remoto, através de dados de satélite, a Quiron realiza predição de incêndios, além de monitoramento de pragas e doenças, e mapeamento de uso e cobertura do solo. Recentemente a Quiron trouxe um novo produto, com o Discover, de identificação de áreas estratégicas para o gestor florestal

No último ano, o Chile registrou aumento de 380% de hectares incendiados, na comparação com 2020, de acordo com informações divulgadas pela Corporação Nacional Florestal, entidade ligada ao Ministério da Agricultura do país andino.

SAIBA MAIS SOBRE O STARTOUT BRASIL

Desde a sua criação, em 2017, o programa StartOut já realizou 12 ciclos de internacionalização em nove diferentes países (Argentina, França,  Alemanha, Estados Unidos, Portugal, Chile, Canadá, China e Colômbia), oportunizando a mais de 223 startups brasileiras conexão para incrementar negócios, contando com profissionais experientes nos países de destino para garantir a melhor experiência aos empreendedores. No total, foram US$ 11 milhões em negócios realizados. 

O Ciclo Santiago 2022 iniciará em 08/02/2022, e será composto por cinco cinco etapas: (i) Missão Virtual, (ii) Missão de Imersão, (iii) Missão Follow-up, (iv) Pós-Missão: Reconhecimento e Landing, e (v) Avaliação e Monitoramento. Todo o desenvolvimento do movimento terá duração estimada de até 25 meses. 

Na primeira etapa, a Missão Virtual, 40 negócios inovadores foram escolhidos e passarão por algumas atividades, como pitch training online, mentoria coletiva de mercado, webinars com players do mercado, tech-mentorship, agenda de negócios virtual e pitch feedback online. Nestes momentos, capacitação para pitch, encontros técnicos multissetoriais de negócios e apresentação para investidores fazem parte dos encontros. 

StartOut Brasil é realizado pela Secretaria Especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia (SEPEC/ME), pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE), pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e pela Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec).

Fonte: Quiron

+55 67 99227-8719
contato@maisfloresta.com.br

Copyright 2021 Mais Floresta ©  Todos os direitos Reservados