O grande projeto da Malinovski para o ano 2020 e que precisou ser remarcado duas vezes pôde ser finalmente entregue com sucesso, entre os dias 24 e 26 de maio. O Show Florestal, a feira da indústria do eucalipto, reuniu 130 expositores e recebeu 7.188 visitantes no espaço Arena Mix, em Três Lagoas/MS. O levantamento feito pela organização do Show Florestal aponta que o volume de negócios fechados e prospectados durante os três dias de feira chegam a R$ 175 milhões.

Fabricantes globalmente reconhecidos aproveitaram a oportunidade para lançar novos produtos. Startups também trouxeram novas soluções que prometem revolucionar as diversas etapas do processo; desde o preparo do solo, passando pelo plantio, manejo, monitoramento, colheita, transporte e processamento de madeira.

Três Lagoas é considerada a capital mundial da celulose, abriga duas das maiores fábricas do produto no mundo e tem novos projetos para ampliar o consumo industrial de madeira de eucalipto. O Brasil, maior exportador mundial de celulose, registrou em 2020 a marca de US$ 6 bilhões em valores exportados. Três Lagoas é responsável por boa parte deste volume, fazendo jus ao título que tem. A média do município em exportações de celulose supera frequentemente a marca de US$ 100 milhões/mês.

Diante deste volume de negócios, a região se tornou um grande player de prestadores de serviços, produtos e equipamentos que atendem a indústria do eucalipto. E foi por este motivo que a Malinovski levou para Três Lagoas o Show Florestal, a feira da indústria do eucalipto. Durante três dias, estavam reunidos na Arena Mix as principais marcas e as melhores tecnologias que o mercado mundial tem a oferecer para o setor de florestas plantadas.

“Três Lagoas nos acolheu de braços abertos. Começamos este projeto em 2019 e recebemos um apoio fundamental tanto do Município, quanto do Estado, para a realização da feira”, explica Ricardo Malinovski. “Nosso setor representa muito para a economia do país. É um setor que gera negócios, cria empregos, fomenta o desenvolvimento tecnológico. Isso sem falar que o segmento de florestas plantadas traz consigo diversos benefícios ambientais por se tratar de uma fonte de matéria-prima renovável, que estoca carbono, que recupera áreas degradadas e que preserva áreas nativas.

Os investimentos programados por empresas de base florestal no Brasil devem chegar em R$ 57,2 bilhões, até 2024. Então, nossa expectativa é muito positiva e queremos repetir o sucesso do Show Florestal novamente daqui dois anos. E isso só acontecerá se tivermos conosco as diversas empresas, instituições e entidades que participaram da Semana da Indústria do Eucalipto e possibilitaram toda a grandiosidade dos eventos”, conclui ele.

Semana com eventos técnicos teve participação de 700 profissionais do Brasil e Exterior

Além da feira Show Florestal, a programação técnica da Semana da Indústria do Eucalipto também contribuiu para atrair profissionais de todos os estados da federação e de outros países da América do Sul, África, Europa e Ásia. “Recebemos profissionais do Uruguai, Paraguai, Argentina, Angola, Alemanha, Finlândia, Índia e Japão”, conta Ricardo Malinovski, CEO da Malinovski.

Parte da programação técnica aconteceu nas dependências do Sistema FIEMS/SESI de Três Lagoas, com o Congresso Florestal MS (335 participantes), promovido pela Reflore/MS; e o Evolution – Encontro de Inovações e Tecnologias Florestais (362 participantes).

Já no Sebrae foram realizadas a Rodada de Negócios, que prospectou cerca de R$ 71 milhões; e o Encontro de Comunicação do Setor Florestal, no qual a assessoria de imprensa da Reflore/MS reuniu 20 jornalistas e comunicadores para debater o setor e, também, participar da feira. Duas visitas técnicas, uma na Suzano e outra na Eldorado, que contaram com 80 participantes, concluíram a programação da Semana da Indústria do Eucalipto.

Fonte: Malinovski

+55 67 99227-8719
contato@maisfloresta.com.br

Copyright 2021 Mais Floresta ©  Todos os direitos Reservados