Seguindo rigoroso protocolo de biossegurança contra a Covid-19, a manutenção das duas linhas de produção de celulose da empresa ocorre em março e irá envolver em torno de 1,4 mil profissionais

Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, realizará, entre os dias 06 e 26 de março, a Parada Geral 2022 para a manutenção industrial da Unidade Três Lagoas. Como a ação envolve duas fábricas em operação, que juntas somam uma capacidade de produção de 3,25 milhões de toneladas de celulose ao ano, a manutenção será em duas etapas. A primeira parada geral ocorrerá na fábrica 1, de 06 a 15 de março. Já a partir do dia 16 de março, será iniciada a manutenção na fábrica 2, com previsão de ser concluída no dia 26 do mesmo mês.

 Realizada a cada 15 meses, a Parada Geral visa manter a produtividade, excelência operacional, bom desempenho ambiental e a segurança do time de colaboradores. Um dos diferenciais da Parada Geral da Unidade Suzano de Três Lagoas tem sido realizar a manutenção em uma linha de produção enquanto a outra linha segue em plena atividade. Além disso, assim como ocorreu no ano passado, o planejamento da Parada Geral contempla rigoroso protocolo de biossegurança para a prevenção contra a Covid-19.

“A Parada Geral é essencial para a revisão e manutenção de toda a nossa operação. Por isso, ela segue um planejamento minucioso, iniciado com um ano de antecedência. Graças a esses rígidos protocolos, em 2020, conseguimos realizar a Parada Geral em Três Lagoas com sucesso e de forma segura para todos, resultado que pretendemos repetir neste ano. Para isso, contamos com dois grandes aliados, o conhecimento adquirido nas Paradas realizadas nos anos anteriores e também em outras unidades da empresa e, principalmente, o avanço da vacinação contra a Covid-19 em todo o País. Com esses dois fatores aliados às nossas medidas de segurança, estamos preparados para concluirmos a Parada Geral 2022 com segurança para todos os trabalhadores”, destaca Eduardo Ferraz, gerente Executivo Industrial da Unidade Três Lagoas.

Entre as medidas de prevenção adotadas especificamente para a Parada Geral, estão: exigência do esquema vacinal completo de fornecedores; distribuição de Guia de Medidas Preventivas que deverá ser cumprido à risca pelas empresas fornecedoras; vistoria em hotéis em que os trabalhadores temporários ficarão hospedados para saber se estão dentro das normas de biossegurança da empresa; realização de Webinar com orientações de segurança, e cronograma escalonado de refeições para garantir o menor número de pessoas possível no refeitório da unidade.

Essas medidas somam-se ao protocolo de biossegurança já adotado pela Suzano desde o surgimento dos primeiros registros da doença no Brasil. São exigências permanentes da empresa: uso obrigatório de máscaras em toda a unidade; disponibilização de produtos de sanitização aos colaboradores, redução da capacidade e sanitização frequente dos ônibus utilizados no transporte dos colaboradores; sanitização frequente de equipamentos, ferramentas e áreas comuns da empresa; distanciamento seguro entre as mesas para refeições no restaurante; distanciamento seguro entre as mesas e cadeira de trabalho, com sinalização; aferição de temperatura de todos os colaboradores, entre outros.

Economia

            Além da manutenção de rotina de todos os processos das duas fábricas, uma das principais atividades durante a Parada Geral é a inspeção das duas Caldeiras de Recuperação da unidade, seguindo regulamentação do setor. Para isso, a operação conta com a participação de cerca de 1,4 mil profissionais temporários e de 91 empresas de diferentes segmentos nos momentos de pico, o que deverá contribuir para o aquecimento da economia do comércio local.

            “A Parada Geral é extremamente minuciosa, em que todos os processos são revisados e equipamentos inspecionados. Isso demanda muitos profissionais, especialistas da área de outros municípios, estados e até de outros países, o que também colabora com o aquecimento da economia local, uma vez que esses fornecedores se hospedam na cidade e consomem no comércio local. Em Três Lagoas, como são duas fábricas, essa movimentação dura ainda por mais tempo, beneficiando principalmente, setores como hoteleiro, bares e restaurantes, lavanderias, entre outros”, completa Ferraz.

Sobre a Suzano

Suzano é referência global no desenvolvimento de soluções sustentáveis e inovadoras, de origem renovável, e tem como propósito renovar a vida a partir da árvore. Maior fabricante de celulose de eucalipto do mundo e uma das maiores produtoras de papéis da América Latina, atende mais de 2 bilhões de pessoas a partir de 11 fábricas em operação no Brasil, além da joint operation Veracel. Com 98 anos de história e uma capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano, exporta para mais de 100 países. Tem sua atuação pautada na Inovabilidade – Inovação a serviço da Sustentabilidade – e nos mais elevados níveis de práticas socioambientais e de Governança Corporativa, com ações negociadas nas bolsas do Brasil e dos Estados Unidos. Para mais informações, acesse: www.suzano.com.br.

Fonte: Suzano

+55 67 99227-8719
contato@maisfloresta.com.br

Copyright 2021 Mais Floresta ©  Todos os direitos Reservados