A Suzano anunciou nesta terça-feira a criação da Suzano Ventures, um projeto da fabricante de celulose para investimento em startups no Brasil e no exterior, segundo comunicado ao mercado.

A Suzano Ventures terá 70 milhões de dólares para investimentos e o foco será em tecnologias e aplicação de biomassa celulósica, embalagens celulósicas, empresas de agrotecnologia que acelerem a produtividade agroflorestal e captura, mensuração e gestão de carbono, disse a empresa.

O objetivo é comprar participações minoritárias em empresas para potenciais parcerias na criação de novos produtos a partir de biomassa do eucalipto, inovação no uso de embalagens, aumento de produtividade em florestas plantadas e desenvolvimento de ferramentas no mercado de crédito de carbono.

“Vamos buscar empresas que se enquadrem nas novas estratégias de negócios da Suzano”, disse Ramundo.

A empresa sediada em São Paulo tem como meta substituir 10 milhões de toneladas de embalagens feitas de plástico por produtos de celulose até 2030. A Suzano já tem 340 pesquisadores no Brasil, Israel, Canadá e China trabalhando para desenvolver novos produtos a partir da celulose de eucalipto.

Ramundo disse que a Suzano quer replicar o sucesso que teve com a startup finlandesa Spinnova, que vai iniciar a produção de fibra têxtil a partir de celulose este ano.

A Suzano fez um investimento inicial na Spinnova em 2017 de 5 milhões de euros (US$ 5,2 milhões). A empresa abriu o capital no ano passado e tem um valor de mercado de cerca de 352 milhões de euros.

Fonte: Terra e Bloomberg

+55 67 99227-8719
contato@maisfloresta.com.br

Copyright 2021 Mais Floresta ©  Todos os direitos Reservados