Em solenidade presidida pelo Ministro da Defesa e pelo Ministro da Agricultura, foram distinguidos pelo trabalho os integrantes das brigadas florestais da Conaf e das empresas florestais, do Exército, da Marinha e dos Bombeiros Voluntários.

A Ministra da Agricultura, María Emilia Undurraga, juntamente com o Ministro da Defesa, Baldo Prokurica, e o Diretor Executivo da Conaf, Rodrigo Munita, lideraram a celebração oficial do Dia do Brigadista no aeródromo Eulogio Sánchez, em Santiago, oportunidade em que um reconhecimento foi dado aos brigadistas da Conaf e às empresas florestais, às noivas dos voluntários do Exército, Marinha e Bombeiros.

O Ministro da Defesa foi encarregado de entregar o reconhecimento que consiste em “uma pá de trabalho simbólica” à delegação de brigadistas florestais que compareceram em nome dos 3.500 que trabalham para as empresas associadas da Corporação Madeireira Chilena -Corma-.

O presidente do sindicato florestal, Juan José Ugarte, presente na cerimónia juntamente com a directora geral, Victoria Saud, agradeceu aos brigadistas das empresas o reconhecimento, pois “ocorre numa época que foi e continua a ser particularmente complexa e extenuante para o desenvolvimento do seu trabalho. Combater o fogo já é algo muito perigoso, onde a prioridade é a sua segurança, mas agora e de forma incompreensível, juntam-se a quem combate o fogo a elevada intencionalidade e os ataques de tiro. Algo incrível nunca visto no país, atacando aqueles que se sacrificam trabalhando duro e bravamente, para que o fogo não danifique ou atinja casas, cidades e ecossistemas valiosos”, sublinhou.

Por sua vez, o diretor-executivo da Conaf, Rodrigo Munita, lembrou que o Dia da Brigada foi instituído para destacar o trabalho desses trabalhadores e, ao mesmo tempo, homenagear aqueles que, ao longo do tempo, morreram em combates florestais incêndios. “Um total de 66 pessoas entre brigadistas e pilotos de aviões e helicópteros, sendo 34 da Conaf e 32 de empresas florestais. Esperamos que não haja mais, assim como bombeiros ou soldados, que nenhuma pessoa morra por fazer essa nobre tarefa”, disse Munita.

A chefe do Agro, María Emilia Undurraga , agradeceu o trabalho de cada uma das instituições que participam do controle e combate aos incêndios. “Queremos agradecer não só ao setor público com a Conaf, Ministério da Defesa, Forças Armadas, Carabineros, PDI, Onemi, mas também aos Bombeiros que são fundamentais neste trabalho e ao setor privado, pois este é um desafio abrangente que requer coordenação nos níveis nacional, regional e local”, acrescentou.

O ministro da Defesa , Baldo Prokurica , por sua vez , destacou o contributo das Forças Armadas, afirmando que “têm estado a ajudar permanentemente os Bombeiros, os Brigadistas e o sector privado” a enfrentar este flagelo.

Na cerimônia, a embaixada dos Estados Unidos também doou 12 piscinas autossustentáveis ​​à Conaf para ajudar no combate aos incêndios florestais. O chefe de missão da  Embaixada dos Estados Unidos no Chile, Richard Glenn, disse que “ neste tempo de incêndios, continuamos a construir a extensa e histórica colaboração entre os dois países para enfrentar os desastres naturais”.

Fonte: CORMA

+55 67 99227-8719
contato@maisfloresta.com.br

Copyright 2021 Mais Floresta ©  Todos os direitos Reservados