Cada real aplicado na Embrapa gerou R$ 23,38 para a sociedade brasileira em 2021

A Embrapa acaba de publicar uma edição especial de 25 anos de seu Balanço Social, que demonstra o resultado das contribuições da Empresa à sociedade nesse período, incluindo dados de 2021. De acordo com essa publicação, a Empresa, que no ano que vem completa 50 anos, gerou, praticamente, na segunda metade de sua existência, um lucro social de R$ 1,2 Trilhão. 

Esse número é resultante da consolidação dos indicadores sociais, laborais, e de aproximadamente 3.000 estudos de avaliação de impactos econômicos e de estimativa de adoção das cultivares da Embrapa. Ele representa, majoritariamente, a renda adicional obtida pelo setor produtivo ao adotar as soluções tecnológicas da instituição. Os valores foram atualizados pelo Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) de dezembro de 2021. 

Para o presidente da Embrapa, Celso Moretti, esses resultados demonstram o esforço conjunto e organizado de toda a Embrapa ao longo de sua existência. “O elevado nível de adoção e consequente geração de benefício econômico de suas tecnologias, evidenciam que a Embrapa vem sendo capaz de identificar as demandas do setor produtivo agropecuário, de desenvolver soluções tecnológicas adequadas, assim como de transferir e comunicar os conhecimentos e os produtos por ela gerados. Em outras palavras, quando se demonstra uma entrega de valor superior a 1 trilhão de reais é possível inferir que as etapas previstas no macroprocesso de inovação vêm sendo cumpridas com êxito”.

Cada real aplicado na Embrapa em 25 anos gerou cerca de R$ 12 para a sociedade brasileira 

Ao se relacionar esse lucro social de R$ 1,2 trilhão ao orçamento da Embrapa, que corresponde a R$ 104 bilhões em 25 anos, o resultado demonstra que o retorno anual da Empresa para a sociedade nesse período foi cerca de 12 vezes o investimento feito pelo Governo na instituição. Esse resultado consolidado, quando conferido ano a ano, também um resultado positivo entre o que foi investido na instituição e o que foi por ela devolvido à sociedade.

1.656.023 empregos novos criados entre 2003 e 2021 

A partir de 2003, o Balanço Social da Embrapa passou a contabilizar o número de empregos gerado pelas soluções tecnológicas avaliadas. O resultado alcançado nesse período foi de 1.656.023 novos empregos – outro indicador que atesta alto retorno social. Esse é um patamar mínimo, pois a Embrapa, ao longo de sua história, gerou conhecimentos e tecnologias para a sociedade brasileira em número muito superior ao utilizado para estimar tais empregos. Portanto, esse impacto social é, potencialmente, muito maior. Na metodologia adotada nos estudos publicados no Balanço Social, esse emprego é medido ao longo da cadeia produtiva, ou seja, procura considerar os setores mais próximos ao adotante das tecnologias, tais como, por exemplo, o setor de insumos, na própria propriedade, bem como o setor de distribuição. 

Tecnologias emblemáticas fazem Brasil superar metas ambientais junto à ONU

Algumas das tecnologias emblemáticas sob a perspectiva da geração de renda, e avaliadas no Balanço Social, são também destaques nesses 25 anos sob a perspectiva do impacto ambiental positivo que elas geram. Este é o caso, por exemplo, da tecnologia de Fixação Biológica de Nitrogênio (FBN). Segundo dados estimados pela Embrapa Meio Ambiente, essa solução tecnológica, no período 2010 a 2020, contribuiu para a mitigação de gases de efeito estufa com a redução de 21,56 milhões de megagramas de dióxido de carbono equivalente (Mg CO2-eq), possibilitando atingir 216% da meta de mitigação proposta no Plano ABC (Agricultura de Baixa Emissão de Carbono) estabelecido pelo governo brasileiro em 2009, por ocasião da 15ª Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas. Além disso, segundo estimativas das Embrapas Cerrados, Soja e Agrobiologia, no período 2005 a 2021, a FBN gerou uma economia, em termos de redução do consumo de nitrogênio em lavouras de soja, de cerca de R$ 240 bilhões. 

Ainda como destaque, uma amostra de aproximadamente 50 estudos de impactos demonstrou que a Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) contribuiu com uma geração de renda para o produtor rural no valor de R$ 9 bilhões a partir do ano de 2005. Sob a perspectiva ambiental, no período 2010 a 2020, o ILPF contribuiu com o sequestro de 39,76 milhões de Mg CO2-eq, valor que corresponde a 185% do compromisso de mitigação estabelecido como meta original do Plano ABC. Esses resultados podem ser conferidos no gráfico apresentado a seguir. 

Resultados obtidos com o Balanço Social de 2021

As contribuições da Embrapa ao longo de 25 anos representam, na realidade, um desempenho construído ano a ano. Por isso, os resultados obtidos pela Empresa em 2021 não são menos significativos, porque fazem parte dessa importante trajetória. Veja a seguir os principais destaques da Empresa no ano passado.  

Lucro Social de R$ 81,56 bilhões

Uma empresa pública de ciência e tecnologia agropecuária deve ser avaliada principalmente pelos impactos das tecnologias que desenvolve e transfere para a sociedade. No ano passado foram analisados impactos de uma amostra de 169 tecnologias e cerca de 220 cultivares, com 98,61% do Lucro Social demonstrado.

Cada real aplicado na Embrapa gerou R$ 23,38 para a sociedade brasileira

Ao relacionar esse Lucro Social à Receita Operacional Líquida (ROL) a razão é de 23,38. Isso indica um retorno superior a 23 vezes o total investido.

48.163 empregos novos criados em 2021

Este é um patamar mínimo, pois se refere aos novos empregos gerados pelas tecnologias avaliadas nesta edição do Balanço Social. Como a Embrapa gerou tecnologias em número muito superior ao utilizado para estimar tais empregos, esse impacto é muito maior.

794 ações de relevante interesse social e 78 prêmios e homenagens

A Embrapa é reconhecida por seu envolvimento na solução dos problemas brasileiros. Isso se materializou em 2021 pelo recebimento de 78 prêmios e homenagens e também por 791 ações sociais, das quais 58% promoveram a equidade de gênero e/ou raça. Veja a seguir o quadro geral dos tipos das 791 ações sociais.

Casos de Sucesso
Como ocorre todos os anos, a Embrapa seleciona um grupo de tecnologias representativas, denominadas Casos de Sucesso, para demonstrar sua contribuição à sociedade. Em 2021 destacam-se as seguintes tecnologias:

– A coinoculação de duas bactérias do bem em sementes de soja, que tem promovido um ganho médio de 2,7% na produtividade dessa leguminosa, em relação à semente não inoculada;

– A validação de um conjunto de soluções de manejo, que estimulou as exportações do trigo brasileiro para a Ásia e África; 

– O Programa Balde Cheio, criado em 1998 e que contribui para o aumento da produção sustentável de leite em 19 estados brasileiros e 844 municípios;

– O reconhecimento da Indicação Geográfica Matas de Rondônia para cafés Robustas Amazônicos; 

– Estação de tratamento que garante água limpa para irrigação de hortaliças; 

– O Sistema SATVeg, que monitora o uso e cobertura da terra em toda a América do Sul e já conta com mais de 11 mil usuários;

– A utilização da fotônica em diversas inovações voltadas à melhoria do desempenho do agro brasileiro; 

– O subsídio ao governo do Mato Grosso para o desenvolvimento de legislação visando a sustentabilidade do Pantanal mato-grossense.

Acesse o Balanço Social 2021 em https://www.embrapa.br/balanco-social-2021

Fonte: Embrapa

+55 67 99227-8719
contato@maisfloresta.com.br

Copyright 2021 Mais Floresta ©  Todos os direitos Reservados