O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), por meio do Serviço Florestal Brasileiro (SFB), está desenvolvendo o projeto “Gestão da Informação Florestal para a Conservação e Valorização dos Recursos Florestais no Brasil”. O objetivo é produzir informações florestais em nível nacional para apoiar e orientar a gestão e a governança dos recursos florestais por parte do governo e do setor privado, a fim de promover seu uso sustentável, conservação e proteção.

O projeto, que tem o Mapa como beneficiário, ocorre em parceria com o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) como instituição executora, e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que atua como financiador, por meio do Fundo Estratégico sobre o Clima, no âmbito do Programa de Investimentos Florestais (FIP).

As três instituições assinaram em março uma carta-convênio para oficializar os termos e condições de cooperação técnica não-reembolsável no valor de US$ 9,7 milhões, com o prazo de quatro anos de execução. Entre 2016 e 2020, O Serviço Florestal Brasileiro foi responsável pela execução do Projeto Informações Florestais para uma Gestão Orientada à Conservação e Valorização dos Recursos Florestais do Cerrado pelos Setores Público e Privado (Projeto IFN – FIP Cerrado), que visou à implementação do Inventário Florestal Nacional (IFN-BR) no bioma Cerrado e a consolidação do Sistema Nacional de Informações Florestais (SNIF).

Neste novo projeto, o SFB propõe coletar dados, organizá-los e torná-los amplamente disponíveis no SNIF para que possam ser utilizadas pelo setor público e privado para aprimorar a formulação e implementação de políticas públicas e promover o manejo florestal.

O projeto conta com duas componentes. A primeira engloba a finalização da coleta de campo, o que inclui estabelecimento de parcerias institucionais, treinamentos, controle de qualidade, identificação botânica e análise de amostras de solo, processamento e análise dos dados do IFN-BR em todos os biomas extra-amazônicos. Na segunda componente, serão consolidadas e divulgadas as informações florestais pelo SNIF, incluindo as peculiaridades de cada um dos biomas, buscando a disponibilização ágil e atualizada para que as informações possam ser utilizadas atendendo agendas nacionais e internacionais.

O coordenador-geral de Inventário e Informação Florestal do SFB, Humberto Navarro, reforça a importância da parceria e os avanços do projeto. “O novo Projeto FIP complementará o projeto encerrado em 2020, finalizando o Inventário Florestal Nacional em cinco dos seis biomas do Brasil. Embora ainda sejam realizadas coletas de campo neste projeto, o foco será nas entregas, por meio do SNIF, a partir dos dados coletados. O IICA como agente executor será muito importante para que possamos nos dedicar à parte técnica do projeto, ao mesmo tempo em que ganhamos agilidade nas contratações e entregas ”, afirmou.

Inventário Florestal Nacional

O IFN-BR é realizado por meio da coleta de dados diretamente no campo em pontos distribuídos por todo o país, nas florestas naturais e plantadas e áreas de agropecuária. Também inclui a coleta de amostras botânicas e de solo e a realização de entrevistas com os moradores nas proximidades de onde os dados estão sendo coletados, para conhecer o uso e a importância das florestas para a população rural.

A metodologia do Inventário Florestal Nacional abrange coletas de dados em pontos distribuídos a cada 20 quilômetros de distância, por todo o território nacional, com o objetivo de produzir informações de qualidade sobre as florestas brasileiras. Essas informações são detalhadas sobre a estrutura, composição (biodiversidade), vitalidade das florestas, biomassa, estoques de madeira e de carbono e o uso de produtos e serviços das florestas.

Confira o andamento da implementação do IFN no país:

SNIF

O Serviço Florestal tem trabalhado para a implementação do Sistema Nacional de Informações Florestais (SNIF), como um sistema de identificação, registro e análise de informações distribuídas em quatro eixos temáticos principais (Florestas e Recursos Florestais, Política e Gestão Florestal, Produção, Economia e Mercado Florestal e Ensino e Pesquisa Florestal).

Tem como objetivo coletar, produzir, organizar, armazenar, processar e disseminar dados, informações e conhecimentos sobre as florestas e o setor florestal, de modo a subsidiar políticas, programas e projetos que conciliem o uso e a conservação das florestas do Brasil, além de ser referência para a elaboração de relatórios nacionais e internacionais sobre as florestas.

Fonte: SFB

+55 67 99227-8719
contato@maisfloresta.com.br

Copyright 2021 Mais Floresta ©  Todos os direitos Reservados