A construção da unidade do Grupo Dexco em Botucatu deverá ser ganhar ritmo em pouco tempo, com a realização da terraplanagem em 120 mil m² de terreno, dos quais 60 mil serão utilizados para a fase 1 da construção. A informação foi publicada nesta sexta-feira, 10, pelo Prefeito de Botucatu, Mário Pardini.

O Chefe do Executivo foi recebido pelo presidente executivo do Grupo Dexco, Antônio Joaquim e representantes da empresa. No local as obras da fábrica de Botucatu já tiveram início.

“Em 30 dias será realizado o trabalho de destoca do terreno, para então começar a terraplenagem de 120 mil m² de terreno, dos quais 60 mil serão utilizados para a fase 1 da construção e outros 60 mil estarão prontos para a duplicação da área fabril nos próximos anos”, escreveu Pardini.

De acordo com uma publicação de Pardini, a Dexco quer contar com 100% da mão de obra dessa nova unidade sendo de Botucatu. Já em 2022 serão divulgados todos os cargos que a empresa necessitará.

“Em julho de 2023, se Deus quiser, a Dexco estará funcionando em nossa Cidade, com a maior fábrica de cerâmica da América Latina. Estamos muito alegres e gratos a Deus por receber mais uma grande empresa em nossa Cidade”, finalizou Pardini.

A fábrica

A unidade atenderá as marcas Ceusa e Portinari, produzindo placas cerâmicas de grandes formatos, que podem ser utilizadas em bancadas e fachadas, substituindo chapas de mármore. A operação complementará a produção de revestimentos cerâmicos das quatro unidades da companhia localizadas no sul do Brasil, no estado de Santa Catariana nas cidades de Urussanga e Criciúma.

O prazo de construção é de aproximadamente dois anos. A Dexco estima a geração de 350 empregos diretos na região e planeja a entrega da primeira linha de produtos produzidos no local para 2023.

A Dexco atua no mercado através das marcas – Deca, Portinari, Hydra, Duratex, Ceusa e Durafloor.

Fonte: Acontece Botucatu

+55 67 99227-8719
contato@maisfloresta.com.br

Copyright 2021 Mais Floresta ©  Todos os direitos Reservados