No dia 16/12, a Universidade Federal do Paraná voltou a realizar presencialmente seu tradicional Dia de Campo sobre Sistemas Integrados de Produção Agropecuária (SIPA). Cerca de 180 pessoas participaram do evento entre produtores rurais de cooperativas, técnicos e estudantes universitários dos cursos de Agronomia, Zootecnia e Veterinária.

A primeira parte do evento contou com apresentações de palestras dos professores Aníbal de Moraes (UFPR) e Paulo César de Faccio Carvalho (UFRGS), no auditório da Fazenda Cangruiri (Pinhais/PR), sobre o projeto, parcerias institucionais envolvidas e resultados de pesquisa. Na segunda parte do evento, os participantes visitaram a área experimental/unidade de referência tecnológica, com três estações técnicas sobre os componentes lavoura, pecuária e floresta em sistemas integrados de produção, envolvendo diferentes modalidades de pesquisa conduzidas pela UFPR e instituições parceiras.

A Embrapa Florestas foi responsável pela estação de tratou do componente florestal, em parceria com a UFPR. O engenheiro agrônomo e analista Emiliano Santarosa abordou o planejamento e manejo do componente florestal em sistemas silvipastoris (ILPF), juntamente com a participação do doutorando Silvano Kruchelski (UFPR).
Segundo Santarosa, “nesta estação, foram abordados aspectos técnicos sobre as características e manejo dos sistemas silvipastoris (ILPF), escolha das espécies florestais, espaçamentos, práticas silviculturais como desramas e desbastes, além da possibilidade de uso e destino da madeira, incluindo dados de crescimento das árvores avaliados no experimento. O dia de campo também foi uma excelente oportunidade para troca de informações e conhecimento junto aos produtores e técnicos, sendo possível verificar os sistemas integrados de produção implantados e manejados a campo em diferentes modalidades”.

Os trabalhos realizados com ILPF nesta área contam com diversos parceiros em sua condução. Segundo a UFPR, “o Núcleo de Inovação Tecnológica em Agropecuária (NITA), criado em 2011, é um dos grupos da Aliança SIPA. A associação Aliança SIPA é constituída por um arranjo institucional, liderada pelo NITA, da Universidade Federal do Paraná (UFPR), pelo Grupo de Pesquisa em Sistema Integrado de Produção Agropecuária (GPSIPA), da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), e pelo Grupo de Pesquisa e Inovação em Tecnologia em Sistemas puros e Integrados de Produção Agropecuária (GPISI), da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT). O NITA, em parceria com as instituições UFRGS, Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO), Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), a UFRGS, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) e Ohio State University (OSU), envolve professores, pesquisadores, acadêmicos de pós-graduação e graduação, produtores integrados ligados à área das ciências agrárias e ciências ambientais, além de dois grupos de pesquisa da UFPR, o Grupo de Pesquisa em Produção Integrada de Agricultura (GPPIA) e o Grupo de Pesquisa em Integração Lavoura-Pecuária (GPILP)”.


Fonte: Embrapa Florestas

+55 67 99227-8719
contato@maisfloresta.com.br

Copyright 2021 Mais Floresta ©  Todos os direitos Reservados