A Usina da Vetorial Siderurgia, em Ribas do Rio Pardo, retomou suas atividades nesta quarta-feira (29), gerando 180 empregos no município. A produção estava interrompida desde 2014, devido à retração do mercado doméstico e internacional e à instabilidade econômica nacional. De acordo com Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), o retorno da Vetorial está diretamente ligado aos incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado e demais ações ligadas à melhoria do ambiente de negócios em Mato Grosso do Sul.

“Essa empresa ficou por mais de sete anos paralisada. Neste momento, por meio de investimentos e incentivos fiscais do governo do Estado de Mato Grosso do Sul e também de toda a condição do mercado internacional de minério, essa siderúrgica volta a operar, gerando mais de 180 empregos diretos. O minério é todo processado em Ribas do Rio Pardo e exportado”, afirmou o secretário Jaime Verruck.  “Importante destacar que o minério vem de Corumbá, ainda por meio rodoviário e isso demonstra o quanto a ferrovia é necessária”, acrescentou o titular da Semagro.

A retomada das atividades na unidade da vetorial siderurgia em Ribas do Rio Pardo envolveu investimentos na ordem de R$ 25 milhões, mobilizou cerca de 120 profissionais ao longo de seis meses de recuperação e modernização das instalações e agora segue gerando empregos e renda na região.

Com mais de 50 anos de atuação nos negócios de mineração, o grupo vetorial foi por mais de 20 anos a principal fonte de geração de emprego e renda na região de Ribas. “É um dia memorável para a história e economia do município de ribas do rio pardo, sonho que se concretiza mais uma vez pelo pioneirismo dos seus fundadores, sócios e diretores”.

Em Ribas, a unidade tem capacidade instalada de 237 mil toneladas/ano de ferro gusa, gerando 194 novos postos de trabalho diretos e outros 80 indiretos provocando fortes impactos na cadeia produtiva, em particular na silvicultura e carbonização.

Atualmente, o grupo conta com 850 colaboradores diretos e mais de 3,5 mil indiretos na cadeia de produção no País, desde as matérias primas até a entrega dos produtos aos clientes.

Um dos fundadores da Usina no município, Romero Corrêa, comentou que as atividades voltam em um momento muito interessante de crescimento em Ribas. “Após 7 anos de paralisação, retornamos em um período em que a cidade se despontou como uma potência de desenvolvimento”.

Para o presidente do conselho da Vetorial, Gustavo Corrêa, a retomada da Usina era muito esperada por toda equipe. ”Morei aqui por quase 6 anos. Me enraizei em Ribas do Rio Pardo, esses últimos anos estive na cidade por várias vezes para rever amigos. Sempre tive esperanças que essa indústria voltasse a funcionar e hoje é um dia de realização”, afimou.

Publicado por: Marcelo Armôa, Assessoria de Comunicação da Semagro

+55 67 99227-8719
contato@maisfloresta.com.br

Copyright 2021 Mais Floresta ©  Todos os direitos Reservados