A madeira laminada cruzada, mais conhecida pela sigla CLT, é um produto de madeira engenheirada que promete levar a construção a outro patamar. É um material eficiente para uso em diversas tipologias, tanto em edificações baixas como altas e, além disso, concorre diretamente com concreto e aço em termos de resistência, rapidez de construção e custo. No entanto, o principal atrativo do CLT reside no fato de que, além de ser um material de construção seguro, é um material sustentável, o que representa uma grande vantagem em relação a outros materiais de construção.

Quem inventou o CLT?

A madeira laminada cruzada apareceu pela primeira vez na Europa, especificamente na Áustria e na Alemanha, no início da década de 1990. Então, em meados da década, pesquisas conjuntas lideradas pela Áustria resultaram na produção de CLT em sua forma moderna.

Laboratório CLT Universidade Estadual do Oregon
Laboratório da Universidade Estadual de Oregon

Como é feito o CLT?

O insumo básico para a fabricação da madeira laminada cruzada é a madeira maciça. Este é escovado, seco no forno e cortado em pedaços. As tábuas de madeira são então empilhadas umas sobre as outras em camadas, conhecidas como folhas; cada folha é perpendicular à abaixo. As folhas são coladas com um adesivo não tóxico e amigo do ambiente, depois prensadas hidraulicamente para maior resistência.

O tamanho dos painéis CLT é restrito em largura ao tamanho do maquinário de fabricação e em comprimento ao meio de transporte utilizado.

Composição do painel CLT
Composição do painel CLT

Para que serve o CLT?

Os painéis CLT podem ser usados ​​para paredes, lajes e tetos em estruturas portantes e não portantes. Inicialmente, a madeira laminada cruzada era usada para a construção de edifícios baixos e médios, mas nos últimos anos tornou-se uma opção crescente para edifícios altos.

Primeiro prédio em CLT da empresa Katerra
Primeiro prédio em CLT da empresa Katerra

Por que usar o CLT?

As vantagens do CLT em relação a outros materiais derivados da engenharia da madeira são inúmeras. Aqui estão algumas de suas vantagens:

  • Paredes, lajes e coberturas construídas com CLT podem ser pré-fabricadas e montadas no local, reduzindo o desperdício.
  • Máquinas CNC podem ser utilizadas para produzir painéis CLT personalizados, considerando aberturas de janelas ou portas.
  • Outra vantagem da pré-fabricação de painéis CLT é que ela agiliza o processo de construção. Um prédio de 18 andares pode ser construído em apenas 9 semanas.
  • CLT pode ser moldado em muitas formas diferentes, incluindo curvas. Os painéis podem ser curvados durante o processo de fabricação.
  • O CLT pode ser mais resistente ao fogo do que alguns aços não tratados. Quando submetida ao fogo, sua camada externa se transforma em carbono isolante que pode manter o fogo afastado por 30 a 120 minutos.
  • A capacidade de calcular exatamente a quantidade de CLT necessária para uma estrutura e a capacidade de planejar todo o processo desde o início também reduz o custo total.
The Smile desenhado por Alison Brooks para o London Design Festival 2016

The Smile desenhado por Alison Brooks para o London Design Festival 2016

Fonte: Engimadera

+55 67 99227-8719
contato@maisfloresta.com.br

Copyright 2021 Mais Floresta ©  Todos os direitos Reservados