A ArborGen Holdings Limited (NZX: ARB) (a “Empresa” ou “ArborGen”) anuncia hoje que, como resultado de sua revisão estratégica realizada ao longo do último ano, o Conselho da ArborGen reorientou o negócio em seus principais mercados tradicionais e emergentes de alto crescimento no sul dos EUA e no Brasil, bem como nos novos e emergentes mercados de carbono de alto crescimento. Alinhada com essa estratégia reorientada, a ArborGen vendeu os seus negócios mais antigos na Austrália e Nova Zelândia em 30 de novembro de 2021 por NZ$ 22,25 milhões, fortalecendo substancialmente seu balanço patrimonial e proporcionando maiores oportunidades de investimento em cenários de crescimento direcionado. Portanto, a Companhia informa que a revisão estratégica iniciada em 30 de junho de 2021 foi concluída.

Principais mercados tradicionais de alto crescimento – Sul dos EUA

Enquanto em um prazo mais curto os efeitos de fluxo das tensões pandêmicas e geopolíticas provavelmente terão impacto na atividade da indústria, o principal mercado final da ArborGen, o mercado imobiliário dos EUA, é apoiado por fundamentos subjacentes muito fortes a longo prazo, particularmente:

  • Uma defasagem no estoque habitacional dos EUA resultante de anos de níveis inferiores de construções desde a crise financeira global,
  • Um envelhecimento do estoque de habitação dos EUA com a média de idade de uma casa ocupada pelo proprietário agora com mais de 40 anos, e
  • Forte demografia populacional com uma grande proporção de jovens adultos passando para a fase de compra da casa.Esses fortes fundamentos, por sua vez, apoiam o crescimento contínuo da demanda por produtos de madeira, e, a este respeito, espera-se que o sul dos EUA seja o maior beneficiário.

Além disso, as questões de acesso e fornecimento de madeira reduziram e continuarão a reduzir a produção de produtos de madeira no oeste do Canadá, o que levou muitas das principais empresas madeireiras canadenses a comprar ou construir novas serrarias no sul dos EUA. Os problemas de fornecimento de madeira na Europa Central também levarão à uma redução na produção de produtos de madeira. Com base nesses fatores, a Forest Economic Advisors está projetando um aumento mais forte na produção madeireira no sul dos EUA, prevendo um crescimento de 24% em relação à produção do ano passado para atingir 26,0 BBF1 até 20252.

Como o principal fornecedor comercial de mudas de pinus de genética avançada no sul dos EUA, a ArborGen acredita que está bem posicionada para alavancar esse crescimento. A ArborGen considera que está pronta para se beneficiar de mais de 20 anos de investimento no desenvolvimento dos melhores produtos de MCP do mercado, ampliando a oferta de genética avançada ao mesmo tempo que os clientes valorizam e migram de produtos OP para MCP, que proporcionam maior ganho.

Com as bases agora estabelecidas, o foco da ArborGen será a conversão contínua de clientes para mudas de maior valor à medida que nossos clientes percebam cada vez mais o potencial comercial de nossos produtos de genética avançada.

Em termos de oportunidades de investimento, há uma demanda crescente pelas mudas de MCP produzidas em tubetes (nossas mudas de maior valor), e, nesse sentido, o Conselho aprovou a expansão da capacidade interna de produção de mudas deste tipo em dois viveiros próprios, elevando efetivamente a produção interna em 60%, ou de 10 para 16 milhões de mudas por ano.

O presidente da ArborGen, David Knott Jr, disse que “Em vista da escala de nossas operações existentes, somos capazes de alavancar de forma econômica a infraestrutura em nossos viveiros de Belville, GA e Bullard, TX, para esse crescimento por menos de US$ 1 milhão. Os benefícios esperados do investimento são duplos — redução de custos devido ao aumento da eficiência de produção e maiores margens do volume adicional produzido. Os retornos esperados são muito animadores, com o retorno estimado dos investimentos de 1 a 2 anos. Espera-se que essa expansão esteja pronta para o ano fiscal de vendas de mudas de 2024, e também continuamos a ter um excelente relacionamento com nossos produtores de mudas em tubetes terceirizados.

Embora a ArborGen tenha capacidade produtiva suficiente para alavancar o crescimento após a queda na pandemia, a empresa continuará avaliando novas potenciais oportunidades de expansão em regiões alvo. Como sinal positivo, embora estejamos apenas no segundo mês da safra atual, já vendemos efetivamente todas as nossas mudas produzidas em tubetes para produtos MCP e nossas mudas de hardwood, e aproximadamente 85% de todas as mudas de MCP disponíveis.”

Mercados tradicionais emergentes de alto crescimento — Brasil

A ArborGen acredita que as bases do mercado no Brasil também são muito fortes, com aumento da demanda interna e da exportação, novas fábricas de celulose em construção e forte mercado de carvão vegetal resultante do aumento da demanda de minério de ferro, agora coletivamente fortalecendo a demanda local por eucalipto e pinus.

A ArborGen tornou-se um dos maiores fornecedores comerciais de mudas de eucalipto e pinus no mercado brasileiro, replicando sua estratégia americana de converter o mercado em produtos com genética superior no Brasil. O foco contínuo da ArborGen neste mercado emergente está começando a mostrar ganhos tangíveis. Consistente com isso, e como observado no anúncio dos resultados da Companhia no ano fiscal de 2022, a ArborGen adquiriu recentemente um viveiro de pinus com capacidade de produção de 8 a 10 milhões de mudas/ano, localizado em Canoinhas, Santa Catarina, Brasil, por R$ 4 milhões (US$ 0,7 milhão), para consolidar sua posição no mercado local de pinus. Além disso, a ArborGen planeja expandir sua capacidade interna de produção de eucalipto ainda este ano através do arrendamento de seu terceiro viveiro de eucalipto, que deverá aumentar a capacidade interna de eucalipto para quase 50 milhões de mudas por ano.

Como resultado de uma estimativa muito mais forte de preços e demanda para as mudas de eucalipto e pinus da ArborGen, os ganhos da ArborGen no Brasil devem ser superiores a US$ 1 milhão neste ano fiscal de 2023, materialmente superior ao resultado de equilíbrio registrado no ano fiscal de 2022, com um forte crescimento contínuo estimado daqui para frente.

Mercados globais emergentes e substanciais de carbono

Agora há um foco claro e crescente na importância da redução dos gases de efeito estufa globalmente, e as florestas têm um papel importante a desempenhar a medida que as árvores capturam dióxido de carbono, um dos principais gases de efeito estufa da atmosfera e o armazenam nos troncos, galhos, folhas e raízes.

A crescente ênfase no papel que as árvores podem desempenhar na compensação das emissões de carbono está criando novas oportunidades significativas para a ArborGen, com sua genética avançada e fortes canais para proprietários de terras florestais no sul dos EUA, posicionando-a de forma única para explorar essa oportunidade.

A ArborGen é uma importante participante deste espaço e está ativamente envolvida com vários registros de carbono e grandes empresas de carbono, participando no desenvolvimento de protocolos para a plantação florestal.

O CEO da ArborGen, Andrew Baum, disse que “Projetos de carbono baseados em floresta serão cada vez mais importantes na criação de novas demandas tanto para mudas de pinus quanto de hardwood. Os desenvolvedores de projetos de carbono estão ativamente buscando projetos de arborização e reflorestamento em larga escala no sul dos EUA e a ArborGen está ativamente envolvida com várias dessas empresas para fornecer mudas de pinus de genética avançada e mudas de hardwood. Esperamos fornecer mudas já esse ano, sendo esse o primeiro ano de um acordo de vários anos com pelo menos uma grande empresa de carbono.”

O Sr. Knott disse que “Estamos muito entusiasmados com o futuro da ArborGen. Refinamos a empresa, vendemos os negócios da Nova Zelândia e da Austrália, fortalecemos significativamente o balanço da ArborGen, e agora estamos bem posicionados para crescer em nosso negócio principal e novos mercados emergentes.

Para garantir o potencial de crescimento da Companhia nessas áreas, o Conselho está empenhado em aumentar os recursos, conforme necessário. Como parte de nossa revisão estratégica, o Conselho considerou todas as opções para destravar o valor em benefício de todos os acionistas, inclusive explorando a potencial venda de todas as ações da Companhia, mas concluiu por unanimidade que a melhor estratégia de maximização de valor para os acionistas é manter o curso. Gostaríamos de agradecer a todos os nossos acionistas pelo apoio contínuo, o que é muito apreciado.”

Escopo da revisão estratégica

Nos últimos 11 meses, o Conselho considerou todas as opções de desbloqueio de valor em benefício de todos os acionistas, desde o reinvestimento até a venda. A PwC avaliou o interesse em uma possível venda de todas as ações, ou todos ou alguns dos ativos da Companhia. Esse processo resultou na venda dos negócios da Austrália e Nova Zelândia mencionados acima. Embora uma série de manifestações de interesse tenham sido consideradas para todo o negócio, o Conselho concluiu que o valor seria maximizado

para os acionistas por meio do reinvestimento no negócio e progresso da estratégia conforme descrito acima.

Como parte do processo de revisão estratégica, o Conselho da ArborGen também considerou a possibilidade de uma oferta de ações nos EUA e concluíram que, no momento atual, os custos esperados de uma oferta de ações nos EUA superam os potenciais benefícios.

Quaisquer perguntas devem ser direcionadas a:

Sharon Ludher-Chandra
Secretária da Empresa e Diretora de Melhoria de Performance (com sede na Nova Zelândia)
E: info@arborgenholdings.com
Tel: +64 9 3569800

http://www.arborgenholdings.com ou e-mail info@arborgenholdings.com

1 Bilhões de metros cúbicos
2 Forest Economic Advisors 2nd Quarter 2022 Timber Quarterly Forecast

Fonte: ArborGen

+55 67 99227-8719
contato@maisfloresta.com.br

Copyright 2021 Mais Floresta ©  Todos os direitos Reservados